FEIRA DO LIVRO ATRAIU 400 MIL

Décima quinta edição do evento se encerrou ontem à noite, no 10º dia de atividades voltadas só para a leitura

Com um público estimado em 400 mil visitantes, a 15ª Feira Pan-Amazônica do Livro se encerrou, ontem à noite, com balanço positivo de organizadores e expositores. “Este ano calculamos um aumento de 110% nas vendas”, informou Alfredo Garcia, escritor e um dos coordenadores do estante de autores paraenses. Na avaliação do secretário de Estado de Cultura, Paulo Chaves, o crescimento das vendas de livros se deu em função de uma mudança na proposta do evento este ano. “Quisemos priorizar aquele que é o principal objeto da Feira, que é o livro. Hoje, você observa que a maioria dos visitantes vem em busca de livros, seja de preços promocionais ou de títulos que ele não encontra com tanta facilidade nas livrarias da cidade, mas que estão disponíveis aqui”, afirmou.

Este ano, a Feira do Livro contou com 200 estandes, pelo menos 8 mil títulos e mais de 300 programações, entre palestras, oficinas, debates e seminários. “Além de resgatar a importância do livro, nossa preocupação foi promover eventos que estimulassem o hábito de ler em crianças e jovens”, explicou Andressa Malcher, coordenadora da Feira. Segundo ela, a escolha dos autores convidados também foi pautada nesse objetivo. “Alguns autores, mesmo sem serem conhecidos do grande público, são autores com uma obra importante na área que queríamos atingir, principalmente com relação aos jovens”. Culturalmente, a Feira manteve as atrações musicais, mas dessa vez no espaço interno e sem tanto apelo popular. Também foram apresentados espetáculos teatrais para contemplar principalmente o público infantil, montadas exposições e lançados livros, como a primeira obra publicada da poetisa Dulcinéa Paraense, escritora homenageada desta edição.

No penúltimo dia do evento, sábado de manhã, o público foi surpreendido com a visita do governador Simão Jatene, que percorreu estandes e conheceu alguns projetos demonstrados nesta edição, como o “Fazendo Arte na Escola”, que atende cerca de 1,2 mil alunos da Escola Estadual Gonçalo Duarte. Jatene presenciou ainda a apresentação de 12 estudantes que tocaram instrumentos de percussão produzidos com material reciclado, e visitou as exposições Marajó, de Giovanni Gallo, e a coleção de Ronaldo Fraga. “Essa é a maior riqueza desse Estado: o povo; e a Feira do Livro é uma vitória não de um governo ou de um governante, mas sim do povo do Pará”, disse. O governo do Estado destinou R$ 4,5 milhões para que professores da rede pública de ensino pudessem adquirir livros na Feira.

Considerada um sucesso, a Feira do Livro ainda deve sofrer mudanças para a edição do ano que vem. “Sempre há o que aprimorar. Esta semana mesmo toda a equipe vai se reunir para fazer um balanço do que foi a Feira deste ano e começar a pensar no que pode ser melhor ano que vem”, informou Chaves. Uma das ideias dele é criar uma espécie de tíquete de consumação a ser adquirido na entrada do evento. O bilhete, que custaria entre R$ 5 e R$ 10, serviria de bônus para a aquisição de livros e, segundo Chaves, contribuiria para levar à Feira pessoas interessadas em adquirir livros ou em participar da programação literária. Como vem ocorrendo todos os anos, mais uma vez foram registrados tumultos do lado de fora do Hangar, provocados principalmente por grupos de estudantes rivais. “Não é uma venda de ingresso. É uma maneira de trazer maior organização para o evento e também de estimular a aquisição de livros. Mas essa ainda é uma proposta a ser discutida”.

FONTE: AMAZÔNIA – 12/09/2011

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s