Ver-o-Peso (1)

DE HOJE ATÉ SEGUNDA-FEIRA, 14/3, POSTAREI POEMAS SOBRE O VER-O-PESO E BELÉM. É UMA HOMENAGEM AO DIA NACIONAL DA POESIA, QUE TRANSCORRE NA SEGUNDA-FEIRA.

 

ABS,

 

@garciabraganca

————————————————————————————————————————————————-

 

 

I

O tempo remoendo as entranhas.

Vida entre barcos

anúncios de idas

vidas e voltas.

Porto:

o verdejar do fruto

a podridão das horas

vida entre barcos

vida entre sonhos

e safras de angústias.

II

Eis o tempo a rir-se

Por entre os desvãos

(os olhos

as frestas

os poucos caninos).

Eis o tempo a rir-se

(mar revolto)

da frágil vigilenga.


Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s